• demacedogroup

Casamento em Juquehy: Talissa e Rodrigo


Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

WEDDINGG - Como vocês se Conheceram?

Nos conhecemos através de uma amiga minha que, ao conhecer o Rodrigo, que era amigo de seu cunhado, achou “meu número” e nos apresentou um pouco depois em Campinas num evento de futevôlei.




WEDDINGG - Como foi o Pedido de Casamento e Noivado?

O pedido de casamento aconteceu no dia do meu aniversário “8 de junho” ano de 2015, durante um jantar surpresa planejado pelo Rodrigo em Buenos Aires no Hotel Faena. Quando deu meia noite do dia 7 para o dia 8, ele me entregou um cartão e se ajoelhou para fazer o pedido. Em seguida chegou o garçom com uma garrafa de Moet Chandon e duas taças. Chorei muuuuito!!!

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

WEDDINGG - Como foi Planejar o Casamento e lidar com as dúvidas, anseios e a contratação dos Profissionais?

Quanto ao planejamento, tirei de letra. Cada profissional que busquei, fui muito segura e adorei todas as minhas escolhas. A parte chata é o desgaste entre o casal por causa de palpite de sogra. Aconselho driblar isso com muita inteligência e sorriso no rosto rsrs.

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo


Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

WEDDINGG - Como você se sentiu no Dia do Casamento antes de tudo começar, e o que pensou quando escutou escutou a Música de Entrada ainda com a porta fechada?

No dia eu estava super tranquila, fiquei na praia com minhas amigas, noivo e amigos. Fiz um ensaio na areia com meu noivo. Depois me arrumei sozinha, com um cabelereiro só para mim e toda a equipe de foto e filmagem juntos. Acho que “o bicho pegou” quando fiz o sinal da cruz antes de entrar e, grande detalhe, como meu pai faleceu há, na época 12 anos, entrei a marcha nupcial sozinha. Nesse momento meu corpo começou a tremer todo, sem conseguir controlar e, após, minha mãe estava na metade do caminho para me conduzir até meu noivo. Nesse momento entramos com a musica “I was born to love you” cantada lenta e maravilhosamente por Rodrigo Fará. Não chorei em nenhum momento, mas tremi inteira. E o melhor de tudo foi casar olhando para o mar. Não tem como explicar. É como se naquele momento toda aquela água tivesse nos abençoando e nos acalmando. Foi maravilhoso!

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo

Casamento na Paria em Juquehy: Talissa e Rodrigo