• demacedogroup

Casamento no MAM: Michelle e Arthur


Casamento judaico no MAM: Michelle e Arthur

Nossa História

Eu comecei a minha carreira na área de Marketing da L’Óreal e nessa época eu fazia aula de Francês com uma professora super querida (Josie Doval). Nessa mesma época o Arthur também fazia aulas de Francês com a Josie, para se preparar para o processo de Intercâmbio da UFRJ. O sonho dele era passar uma temporada fora, estudando em outro país. Nesse período as nossas vidas eram muito diferentes, eu já trabalhava e o Arthur ainda estudava engenharia. A Josie sempre comentou do aluno dela que fazia engenharia de produção na UFRJ, que era muito bonito, que tocava violão e que era super educado, ela super “vendia” o perfil dele e falava que tínhamos tudo a ver, mas eu nunca levei muito a sério.

Nessa época o destino jogava super contra. Eu namorava outra pessoa e ele também. Logo depois eu terminei meu namoro e ele foi fazer intercambio na França. Nessa época, eu também passei uma temporada fora estudando, enfim seguimos caminhos distintos. Acredito que tudo acontece na hora certa, no momento que deve ser! Um dia depois da minha aula de francês no Trabalho a Josie me convidou para “tomar um chopp” num barzinho em Copacabana.


Eu achei super “contra mão” porque eu trabalhava no centro da cidade, morava na Barra da Tijuca e o pior não bebia chopp, só coca cola (eu não bebo nada! Arthur sempre me pertuba querendo cia para um bom vinho!). O que eu iria fazer em Copacabana? Além do mais eu estava super cansada, depois de uma semana “pesada” de trabalho. Era um típico dia que eu fui trabalhar com a pior roupa do meu armário, simplesmente a que era mais confortável. O meu objetivo era só trabalhar e voltar para casa. Mas enfim, ela insistiu muito e ela realmente é muito convincente nos argumentos e eu acabei cedendo!

Casamento judaico no MAM: Michelle e Arthur

Quando chegamos no barzinho, ela foi se direcionando para uma mesa que por coincidência não estava vazia! Tinha um menino, lindo por sinal, com uma caixa de bombom na mão. Eu não entendi nada.

Eles se cumprimentaram, ela então perguntou do intercâmbio e ele respondeu dizendo que foi ótimo e logo foi entregando o bombom em forma de agradecimento. Na hora liguei os pontos e entendi o contexto, ela estava querendo nos apresentar. Armou tudo!!!!! O que eu não imaginava é que ela seria tão direta. Ela pegou o bombom, tirou uma foto com o Arthur e depois disse: “Mi e Arthur, eu queria muito que vocês se conhecessem.

Vocês têm tudo a ver, então aproveitem. Bisoussss” e foi embora!!!!!! Eu gelei! Nos olhamos e começamos a rir. O Arthur tem um sorriso irresistível e o melhor uma conversa super interessante. Ficamos ali por horas conversando sobre a viagem dele, a minha, sobre o estágio que ele iria começar no mercado financeiro e estava super animado. Naquele dia ele ainda não sabia, mas eu já tinha certeza que ele seria meu namorado! Foi amor à primeira vista.

Em tempos modernos, nada mais de flores ou cartas pelo correio, eu fiquei mesmo é esperando ele me adicionar no facebook e isso demorou 3 diassssss! Quase morri de tanta ansiedade. Quando ele mandou o convite eu precisava deixar claro que realmente tinha interesse nele e a resposta foi mais do que direta. Por inbox eu respondi: “está adicionadíssimo!”. Depois disso veio o tão esperado convite para sairmos e logo começamos a namorar.

Pedido de casamento

A nossa música é Fly in to the moon do Frank Sinatra. Nós amamos Frank Sinatra e sempre que toca essa música nós paramos e começamos a dançar! Parecemos dois malucos dançando no meio do nada. Essa música foi tema do pedido de casamento (Que está no nosso site: www.michelleearthur.com.br).


Nós estávamos em Roma e o Arthur me disse que tinha feito uma reserva especial,num restaurante referência em culinária mediterrânea. Quando chegamos o restaurante era maravilhoso, com vista dos Jardins da Villa Borghese e de todo Vaticano. A nossa mesa era a primeira, com uma vista impecável do pôr do sol!! O ambiente era muito romântico e tinha ao fundo uma música lounge bem calma. Nós jantamos ali e no final da noite a música trocou e começou a tocar Fly in to the moon. Nesse momento eu já comecei a chorar, ele riu e me beijou! Dois garçons entraram carregando travessas especiais com tampas, depois da contagem:“Uno, due, Tre” eles tiraram as tampas. Em baixo de uma tinha uma sobremesa escrito “Principessa mi vuoi sposare” e de baixo da outra tinha uma caixinha linda com o anel mais perfeito do mundo! Arthur se abaixou, fez o pedido mais importante das nossas vidas e eu com toda certeza do mundo disse SIMMMMMMM. Todos do restaurante aplaudiram, choraram..foi a maior festa rssss...

Como foi Planejar o Casamento e lidar com as dúvidas, anseios e a contratação dos Profissionais?

Foi maravilhoso! É uma fase deliciosa e o segredo é você estar cercada de profissionais bem capacitados e que sejam apaixonados pelo o que fazem! Eu comecei a organizar o nosso casamento 1 ano antes. Nós ficamos noivos em Junho de 2016 e em Setembro de 2017 marcamos a data do casamento.

A minha mãe foi fundamental em todo o processo. Ela me acompanhou e embarcou nessa loucura planejando comigo cada detalhe. Para ajudar ainda mais eu contei com todo o profissionalismo da Flávia Cavaliere, Cerimoniale. A expertise dela tornou todo o processo mais fácil e o resultado final inesquecível! Eu conheci a Flávia por acaso e foi amor à primeira vista! Ela me passou confiança em todos os momentos e eu via o “brilho nos olhos” que ela tinha ao fazer o seu trabalho.Todos os meus profissionais foram validados por ela. E para tomar a decisão, eu busquei informações em blogs, revistas e através de amigos.

Como você se sentiu no Dia do Casamento antes de tudo começar, e o que pensou quando escutou escutou a Música de Entrada ainda com a porta fechada?

Nós paramos de nos falar 2 dias antes do casamento. Acho importante essa expectativa para o grande dia, aumenta o nível de emoção! O Arthur se arrumou em casa com seus pais e eu me arrumei com a minha mãe e avó no Copacabana Palace. O meu dia foi muito tranquilo e maravilhoso! A dica é relaxar e confiar na equipe que você contratou. Não adianta ficar se estressando e pensando nos detalhes! No dia do casamento já foi tudo que tinha que ser!!

A minha cerimônia foi no mesmo lugar da festa no MAM. Quando eu cheguei na entrada eu senti um enorme frio na barriga, mas ao mesmo tempo uma vontade enorme de ir logo!

Casamento judaico no MAM: Michelle e Arthur

Casamento judaico no MAM: Michelle e Arthur

Casamento judaico no MAM: Michelle e Arthur

Como foi para vocês viver essa experiência de se Casar?

Foi maravilhoso, inesquecível! Para mim o momento mais marcante ao longo do processo foi a escolha do vestido!Eu sou publicitária e sempre fui muito decidida. Desde o início eu já tinha uma ideia de como gostaria que fosse o meu vestido de acordo com o meu estilo e personalidade.